Alguns meses depois do review da primeira temporada de The Boys e com menos tempo de "atraso" em relação a resenha da primeira, para o tempo que essa chega após a conclusão da segunda, vamos finalmente falar sobre os fatos o sentimento que The Boys deixou em 2020. Lembrando que dessa vez, pode conter spoilers!

Se você não conhe The Boys clique aqui e leia sobre a série, a origem nos quadrinhos, as diferenças na TV e a história sem spoiler da primeira teporada.

Um inimigo conhecido


A primeira temporada terminou sem finalizar alguma das histórias principais e deixou o fio para ser puxado e nos levar aos novos plots e mesmo problemas de desenvolvimento. A segunda mantêm esse espírito e eleva o nível de perder as esperanças quando os arcos menores avançam.

O time The Boys consegue ganhar muitas vantagens na luta contra Os Sete no escândalo sobre o Composto V, contudo, toda alegria do ser humano de boa intenção em um mundo onde super heróis sofrem transtornos mentais e acabam sendo mais vilões que heróis, algo ia dar ruim né.

Por outro lado o Capitão Pátria se mostra ainda mais confiante de que nada pode detê-lo e que ele precisa melhorar sua imagem nesse aspecto e na de salvador e exemplo de patriotismo para o país. Por coincidência começam a surgir Super Terroristas e isso complica aindamais a vida da Vought.

Um passado mais claro

Um dos pontos que a temporada consegue trabalhar bem é de nos mostrar melhor quem é o Bruto e os motivos dele estar do jeito que a série nos apresenta ele. Se a primeira temporada nos mostra a superfície do ódio que domina a vida de Billy Bruto, agora temos seu passado e isso nos mostra os motivos de até mesmo, ele ter um certo apego a Hughie.

Outras ações do passado nos levam também à grande estrela, ou chamariz da temporada: Tempesta. A nova heroína d'Os Sete consegue se alavancar rapidamente em popularidade, mais uma vez, batendo na tecla do nacionalismo perdido na nação e mostrando que ações devem ser feitas.

Quanto mais a temporada avança mais você ficará na dúvida sobre Tempesta até que chegue ao ponto de ficar muito claro quem ela é e suas reais intenções, e ai meu jovem, se ainda existir alguma empatia com ela... procure um psicólogo. 

Aben soa

Entre dos tópicos que ganham destaques e reforçam suas prováveis teorias é o arco da Igreja da Coletividade. Essa saga nos mostra como a organização tenta dar uma reendenção para o Profundo e com certeza as mudanças dele nessa temporada vai te fazer lembrar de alguma pessoa conhecida que mudou radicalmente ao entrar em alguma religião.

Mais do que isso outros fortes esteriótipos conhecidos das igrejas com representatividade com horário pago na TV podem ser notados e o julgamento é livre. Mesmo sendo alguém desprezível pelo que realizou na primeira temporada acaba dando um pouco de pena do Profundo e assim que ele exibe a frustração por não receber o que lhe foi prometido, a gente volta a pensar "se fudeu foi é pouco".

Resumindo...

Assim como na primeira temporada, a segunda temporada de The Boys acaba deixando de novo aquele sentimento de que ficou faltando contar algo ou trabalhar melhor algumas histórias que foram contadas, sem entrarmos no mérito de novas pontas sendo puxadas para uma temporada futura.

Elevar os poderes e ameaça nessa temporada pode custar alto quando a terceira chegar e esse modo de contar os fatos se manterem. Um dos plots mais importantes e que retira do espectador a esperança para os humanos conseguirem algum sucesso, a conclusão terá de ser muito boa e satisfatória, mais do que a briga das meninas até pelo reforço de moralidade.

Uma justiça deve ser feita. Na segunda temporada as críticas aos tempos que vivemos são bem claras e nos leva a refletir sobre o mundo que estamos vivendo atualmente, especialmente no ocidente. Para quem quer pegar uma série e se entreter sem lembrar das tretas que vivemos, fique longe.

A forma como patriotismo e senso de sentir que uma época do passado era melhor e deveria voltar para aquele sentimento, ao menos quando terminar a temporada, The Boys deve te deixar refletindo sobre isso e ainda deixar uma esperança para os humanos conseguirem dibrar a nova ameaça para derrubar a Vought.