Como todos os segmentos, as artes e a dramaturgia também se reinventaram em 2020. O ambiente virtual se tornou palco para muitos artistas, foi um marco para impulsionar a cultura dentro do universo da tecnologia.

Criado em 2014, o Núcleo TG, de Thiago Greco, atua como uma incubadora artística para realizar projetos de cinema, TV, internet, teatro, oficinas de capacitação artística, festivais, ocupações de espaços culturais e demais projetos culturais.

Desde sua fundação, Thiago já fugia das formas tradicionais de dirigir, conectando pessoas com afinidades por meio de processos criativos e colaborativos.

Atuando em três vertentes ( TG Filmes, TG Produções e TG Oficinas), Greco assinou no último ano a produção primeira peça de teatro realizada ao vivo, 100% online ( Desafio Hitchcock), no auge da pandemia. E foi um grande sucesso.

Como diretor, preparador de atores e produtor, Greco acredita que a cultura estará cada vez mais imersa no ambiente virtual, desde sua criação, confecção, até a exibição final para o público. “O treinamento para cinema e TV já é feito com 100% de aproveitamento de forma virtual, com técnicas focadas no desenvolvimento de conscientização corporal, voz, e orientação e gestão de carreira. É treinamento completo”, afirma Thiago, que se divide entre as oficinas e a produção do longa Faixa-Preta, com previsão de estreia no primeiro semestre de 2021.

Os encontros presencias estão mantidos no Rio de Janeiro, na zona sul da cidade, em Botafogo, na sede do Núcleo TG. As turmas têm capacidade reduzida e são impostos todos os protocolos de segurança impostos pelo Ministério da Saúde, devido à pandemia.

Inscrições e informações sobre os cursos e oficinas são através do e-mail nucleotg@gmail.com .

Divulgação