Ainda não está claro qual foi a causa do último ban de Indiefoxx, executada em 23 de fevereiro. A streamer foi banida pela primeira vez em 28 de janeiro, após uma live dentro de uma jacuzzi.

O streamer Jakenbake havia destacado que o maiô de Indiefoxx era transparente e, mais tarde, brincou que ele era parcialmente culpado pela suspensão.


Mas, depois de retornar à plataforma, Indiefoxx foi atingida com outra proibição em 1º de fevereiro - menos de 24 horas após sua proibição anterior ter sido suspensa.


Indiefoxx banida novamente

Acredita-se que a segunda proibição foi porque ela se transmitiu usando lingerie e escrevendo nomes dos subs em seu corpo.


E não demorou muito para que outra suspensão fosse aplicada. Em 23 de fevereiro, depois que a streamer foi ao vivo com uma "stream de música", seu canal foi mais uma vez retirado do ar.


As duas proibições anteriores duraram apenas três dias cada. No entanto, violações repetidas das diretrizes da comunidade da Twitch geralmente levam a suspensões mais longas.

A Twitch declara “Nós mantemos um registro das violações anteriores, e várias suspensões ao longo do tempo podem levar a uma suspensão por tempo indeterminado.”

Se não forem indefinidos, os banimentos geralmente duram entre 24 horas e 30 dias, este último geralmente para infrações mais graves.

Mesmo que a causa do banimento desta vez não fosse grave, o fato de ser sua terceira suspensão em tão pouco tempo poderia significar um desastre para o canal da Indiefoxx.

No momento de sua proibição, Indiefoxx tinha mais de 320.000 seguidores na plataforma. Sua última transmissão antes desta última proibição atingiu em média 4.500 espectadores simultâneos.

Indiefoxx ainda não respondeu publicamente o ban. A Twitch não comenta sobre os ataques das diretrizes da comunidade para respeitar a privacidade dos usuários. Contudo, Indiefoxx já se pronunciou e tem sua data de retorno para o novo speedrun de ban:


Você acredita no quarto ban em fevereiro?

via Dexerto