Play anterior: Doro - Für Immer

Em fevereiro a gente vai parar de gastar o Fisk, e curtir um pouco músicas excelentes que não são em inglês. Afinal, eu volto a dizer: a música é uma linguagem universal, e o idioma é só um tempero. Hoje vamos com uma das antigas que eu só conheci ano passado... Porque a minha vida é assim. Descobri na fase Laura Pausini a ótima Le Cose Che Non Dici do Tiziano Ferro.

O italiano é um dos meus idiomas preferidos junto com japonês. A Itália em si é um país do qual eu tenho um monte de coisas e pessoas as quais eu gosto bem. Isso inclui a música, um elemento bem forte do país. Já ouviu falar do festival de Sanremo? Este é um dos festivais musicais mais famosos do mundo, e que fica no país.

Sobre o nosso Play, o Tiziano Ferro ganhou fama no Brasil com o hit Imbranato, que entrou na trilha da novela Mulheres Apaixonadas. É aquela música que dá dor de cotovelo até em solteiro. Por uma ironia ou não, ela e o nosso Play são do mesmo álbum: o Rosso Relativo, de 2001, a estreia do cantor. Mesmo tendo descoberto o álbum 19 anos depois... Antes nunca do que tarde, né?

Le Cose Che Non Dici é uma praga musical, risos. A música gruda na tua cabeça com uma facilidade do tamanho do mundo, de tão boa. É um pop bem feito, nem cara de anos 2000 mesmo, com a voz super marcante e grave do Tiziano. Eu adoro o sotaque dele também, é bom demais de ouvir. Os músicos carregam a melodia com uma batida dançante, que dá vontade de fazer a coreografia do clipe, ha. De verdade.

(E eu gosto do jogo de câmeras do clipe)

Curiosidade: como a Laura Pausini faz até hoje, tirando o Acceto miracoli, todos os outros álbuns do Tiziano Ferro foram lançados em espanhol. O Rosso Relativo teve até uma edição especial para o Brasil, com versões em português de Imbranato (Apaixonado), Perdono (Perdoa), e Rosso Relativo (Romance Relativo)

Resumindo: Le Cose Che Non Dici é um musicão. A parte óbvia do post, né. Afinal só passa coisa boa por aqui.


Letra

Vorrei solo più silenzio ma (ma)
In quello che io faccio non (non)
Si può è buio pesto qua (ma)
Dormi e quindi niente
Mi dico "fai più presto" ma (ma)
Il rimorso è incandescente qua (qua)
Vado controvento o resisto non lo so
E gioco a piedi nudi sul fuoco
E forse un altro assaggio qua (qua)
Potrebbe anche piacermi
Ma investo e non guadagno
E dopo
Bendato cado nel vuoto
A picco a testa in giù e poi
Sta quasi per piacermi
Mi perdo naufragando
Nelle

Cose che non dici
Quelle che la notte
Un po' te ne vergogni
Nascoste ma le fai
E ne parli con gli amici (ma, ma)
Rimangi tutto a volte
Porti le cicatrici
Ma nessuno le vedrà

Ci pensi e non lo ammetti ma (ma)
Arriva e corre forte qua (il)
Mio cervello svalvola
E' malato o chi lo sa
E provi col vangelo ad asciugare le tue colpe che (che)
Neanche il fazzoletto che usi sempre assorbirà (più)
E gioco a piedi nudi sul fuoco
E forse un altro assaggio qua (qua)
Potrebbe anche piacermi
Ma investo e non guadagno
E dopo
Bendato cado nel vuoto
A picco a testa in giù e poi
Sta quasi per piacermi
Mi perdo naufragando
Nelle


E apri pacchi d'affetto
Mandandoli giù d'un botto
Cerchi un Purgatorio virtuale
Al tuo non riuscire ad amare
Riavvolgi il tuo Dio dell'amare
Per cui tu continui a pregare
Nel buio più angusto e più stretto
Di ciò che non hai mai detto
E calano le ombre e puoi scoprire
Ogni difetto che (che)
Gelosamente nel tuo limbo tu
Nasconderai
Celerai
Coprirai
Ingoierai
Sputerai
Scalderai
Toccherai
In padella scorderai
Infilerai
Sfilerai
Sbatterai oppure no
Guarderai
Lo saprai
Nasconderai o
Non lo so
Nelle