O segundo fim de semana do Brasileirão Rainbow Six Siege 2021 proporcionou aos fãs de R6 grandes confrontos do início ao fim. E quem tem mais motivos para comemorar é a FaZe Clan. Após mais duas vitórias, agora contra Team oNe e Black Dragons, a equipe abriu vantagem na liderança da competição. 

 

Outra organização que saiu bastante satisfeita neste fim de semana foi o MIBR, que após duas derrotas na primeira semana, conseguiu duas vitórias contra a FURIA Esports e a W7M Gaming - mesmo com desfalques de um atleta e de seu coach por COVID-19 - e se recuperou no torneio.

 

A classificação do Brasileirão ficou assim: FaZe Clan é a líder isolada, com dez pontos, três a mais que a segunda colocada, Team Liquid. A NiP permanece em terceiro lugar com seis, mesma pontuação de MIBR e Black Dragons, que aparecem logo na sequência. A FURIA, na sexta posição com cinco pontos, fecha o G-6. Logo atrás está a Team oNe (4) e a W7M Gaming (3). Nas duas últimas colocações estão o Santos e-Sports (1) e o INTZ, que ainda não pontuou.

 

O Brasileirão retorna no próximo sábado (3), às 13h. Abrindo a programação da terceira semana, a Team oNe enfrenta o Santos e-Sports, MIBR e INTZ medem forças no segundo jogo do dia. Na sequência, o duelo entre Ninjas in Pyjamas e Black Dragons. W7M Gaming e Team Liquid encerram o primeiro dia. No domingo (4), mais quatro confrontos: INTZ x Santos, W7M Gaming x Team oNe, Black Dragons x FURIA e o clássico Ninjas in Pyjamas x FaZe Clan.

 

Os jogos do BR6 2021 acontecem aos sábados e domingos, a partir das 13h, com transmissão ao vivo dos canais do Rainbow Six Esports Brasil na Twitch e no YouTube. Para mais informações sobre os campeonatos profissionais de R6, visite o site r6esportsbr.com

 

Confira abaixo como foram as disputas deste fim de semana:

 

Superação do MIBR, atropelo da BD e mais um overtime para a FaZe (27/3, sábado)

 

MIBR 7x5 FURIA Esports 

 

O primeiro jogo do dia já contava com enorme expectativa da comunidade pelas novidades do MIBR se sairia com a presença de Raphael “TradyZz“ no lugar de Luca “Lukid”, que foi diagnosticado com COVID-19, assim como com o coach da equipe Matheus “Budega”.

 

No mapa Clube, os atuais campeões do torneio demonstraram que esses obstáculos não afetaram a forma de jogar e até serviu como fator motivador para buscar a primeira vitória. O MIBR começou de maneira arrasadora na defesa e abriu 5 a 0. A FURIA mostrou poder de reação e conseguiu diminuir a diferença para 5 a 4, mas não foi o suficiente para impedir a derrota por 7 a 5.

 

Após o duelo, o atleta do MIBR, Tassus "Reduct”, avaliou a atuação da equipe: “Temos um pensamento de, sempre que estivermos em uma situação ruim, queremos revertê-la. Essa semana foi bem difícil e nos causou uma vontade ainda maior de mudar essa situação e voltar a jogar como sempre jogamos”.

 

INTZ 2x7 Black Dragons

 

Logo na sequência, o INTZ buscava seus primeiros pontos no BR6 2021 diante da Black Dragons. No mapa Mansão, os Intrépidos iniciaram defendendo e abriram o placar, dando esperanças ao seu torcedor de um resultado positivo. Mas o sonho do primeiro ponto durou pouco. De forma bastante agressiva, a BD abriu uma vantagem de 6 a 1, e após perder apenas mais um round, fechou a partida com o placar final de 7 a 2, repetindo o placar conquistado na primeira rodada diante da Team oNe.

 

O técnico dos Dragões, Henrique “sSeiiyah”, não poupou elogios ao time e disse que essa é a postura que seus comandados devem impor durante o campeonato: “O nosso ponto forte está na preparação e no trabalho dos meninos que está muito bom, todos são extremamente talentosos. Sabemos que essa postura mais agressiva pode nos induzir a erros em alguns rounds, mas temos consciência disso e vamos trabalhar para quando encaixarmos nosso estilo, isso não voltar a acontecer”.

 

Ninjas in Pyjamas 7x5 Santos e-Sports 

 

No terceiro jogo do sábado, Ninjas in Pyjamas e Santos e-Sports mediram forças no mapa Oregon. O confronto foi bastante disputado, nenhuma das equipes conseguiu abrir uma vantagem maior do que dois pontos. Mas, após doze rounds, os Ninjas levaram a melhor e fecharam em 7 a 5.

 

Para o coach da NiP, Dyjair “Mity”, o estilo de jogo adotado pelo Santos proporcionou uma partida acirrada. Ele acredita que outros adversários podem adotar a mesma estratégia: “Este estilo agressivo do Santos acaba fazendo o jogo durar bastante dependendo do andamento da partida, mas ao mesmo faz com que eles cometam erros. Os outros times vão querer jogar como o Santos jogou hoje, mas é tudo questão de dia e jogada. É um tipo de coisa que pode dar certo ou pode dar errado”.

 

FaZe Clan 8x7 Team oNe

 

No encerramento do sábado, um confronto de tirar o fôlego entre FaZe Clan e Team oNe. O mapa escolhido para a disputa foi Chalé, uma escolha surpreendente. O jogo foi equilibrado do início ao fim. Os Golden Boys saíram na frente, mas a FaZe se recuperava na sequência e, assim, nenhum dos times conseguiu disparar. O duelo foi conduzido neste ritmo, sendo decidido apenas no overtime, com vitória da FaZe por 8 a 7. Destaque para Lucas "soulz1", que conseguiu uma tripla eliminação em momento decisivo da partida, quando a FaZe Clan estava em desvantagem.

 

Após a vitória, o técnico Matheus “Ramalho” comentou sobre o momento da FaZe e a alcunha de “time a ser batido” na competição: “Com certeza, podemos sim ser classificados como a equipe a ser batida. Isso dificulta um pouco para nós, pois somos mais estudados pelos adversários. Temos que trabalhar cada vez mais para isso não atrapalhar”.

 

FaZe ganha mais uma com autoridade e se garante na liderança e FURIA surpreende a NiP no segundo dia (28/3, domingo)

 

FaZe Clan 7x2 Black Dragons 

 

No domingo, a FaZe Clan encarou a Black Dragons de olho na liderança isolada. No mapa Café Dostoyesvsky, a equipe não tomou conhecimento da adversária e logo de cara abriu uma vantagem quase definitiva: 6 a 0. A BD deu sinais de reação ao diminuir para 6 a 2, mas a FaZe fechou a partida com mais um round e o confronto em 7 a 2, garantindo assim a liderança isolada do campeonato. Curiosamente, este foi o mesmo placar aplicado pela Black Dragons em seus dois primeiros jogos na competição.

 

Na opinião do técnico Matheus “Ramalho”, o fato de conhecerem três jogadores adversários e muitas de suas táticas facilitou para conquistar o resultado positivo: “Estávamos bem preparados, pois sabíamos as possibilidades de mapa que poderiam cair. Além disso, a base das táticas usadas por eles não mudou muito desde o tempo em que eles jogavam aqui. Pude fazer essa leitura acompanhando outros jogos e trabalhamos em cima disso”.

 

Team Liquid 7x3 INTZ

 

Na sequência do campeonato, Team Liquid e INTZ protagonizaram um confronto no mapa Consulado. Iniciando na defesa, a Cavalaria abriu 3 a 0 de vantagem, os Intrépidos diminuíram a diferença, com destaque para Vitor "Vittzzz" que conseguiu três eliminações, mas o jogo estava sob controle da Liquid, que perdeu apenas mais dois rounds antes de fechar o jogo em 7 a 3.

 

O atleta Paulo "psk1” ressaltou a preparação de sua equipe, mas apontou erros que devem ser corrigidos: “Essa vitória foi o resultado de um treino bem feito e de uma boa execução durante o jogo. Quando treinamos contra o INTZ no começo do ano, eles fizeram muitas das coisas que aconteceram na partida, o que facilitou muito a nossa leitura. Mas temos que redobrar a atenção com a afobação e com os espaços cedidos, os rounds perdidos foram principalmente por esses dois fatores”.

 

FURIA Esports 7x4 Ninjas in Pyjamas

 

No terceiro jogo do dia, FURIA Esports e Ninjas in Pyjamas duelaram no mapa Oregon. De maneira surpreendente, os Panteras abriram uma vantagem de 5 a 1 diante dos Ninjas. A NiP mostrou poder de reação e conseguiu diminuir para 5 a 4, mas após grande jogada de Diogo “Fntzy” – que conseguiu quatro eliminações – a FURIA fechou o jogo contra uma das favoritas da competição pelo placar final de 7 a 4.

 

O auxiliar técnico da FURIA, Luiz “Kizi”, analisou a importância de vencer uma das equipes favoritas na competição: “Estudamos muito o nosso adversário, moldamos  nossa maneira de jogar para o estilo de jogo deles e tudo casou perfeitamente. A nossa defesa se encaixou com a forma deles de atacar, mantivemos a tranquilidade durante a partida e desenvolvemos o nosso jogo. Esse foi o fator principal, vencemos como um time”.

 

MIBR 7x3 W7M Gaming          

 

No encerramento da semana, MIBR e W7M Gaming também duelaram no mapa Consulado. O início do jogo dava indícios de que seria bastante disputado, os atuais campeões levaram o primeiro round, mas os Bulls empataram logo na sequência. Isso se repetiu nos dois rounds posteriores. Porém, ao abrir o 3 a 2, o MIBR tomou conta da partida e engatou uma sequência de pontos consecutivos. A W7M diminuiu a diferença, mas acabou derrotada por 7 a 3.

 

Para o manager do MIBR, Guilherme “Guille”, explorar os erros da equipe adversária foi o caminho para obter a segunda vitória na competição: “Jogamos em cima dos erros individuais. Eles estavam com o ataque bastante travado e se arriscaram demais. Perdemos alguns rounds por falhas nossas, mas vamos trabalhar para que não volte a acontecer”.

Confira os resultados da segunda semana do Brasileirão Rainbow Six Siege 2021:



Confira a classificação atualizada do Brasileirão Rainbow Six Siege 2021:


Confira as datas de todas as partidas do primeiro turno do campeonato:


via Press FC