Nesta quarta-feira, 10 de março, a Prefeitura Municipal de Ilhéus, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer, dá mais um passo a favor da educação na cidade, em especial dos alunos do 1º, 2º, 6º e 9º anos do Ensino Fundamental da rede pública.

Nesse dia, será selada a parceria com a unidade de tecnologia educacional da Positivo Tecnologia que garantirá a alunos de 25 unidades educacionais - 14 de áreas urbanas e 11 rurais -, acesso ao netbook Positivo, equipado com a versão offline do Aprimora, plataforma adaptativa e gamificada que promove o desenvolvimento da aprendizagem de Matemática e Língua Portuguesa.

A iniciativa faz parte do projeto Educação 4.0 para baixa ou nula conectividade, que contribui para que estudantes tenham acesso a recursos educacionais digitais mesmo em locais sem acesso à internet. O programa prevê ainda formação de professores e uma pesquisa para mensurar o impacto gerado na aprendizagem a partir da utilização dessas tecnologias.

Com o projeto, além de inserir as escolas municipais de Ilhéus num contexto cada vez mais tecnológico e acompanhar as mudanças nos processos de ensino-aprendizagem dos nativos digitais, a Secretaria Municipal de Educação espera avançar no desafio da alfabetização, letramento e pensamento matemático de alunos dos 1º, 2º, 6º e 9º anos do Ensino Fundamental por meio do Aprimora.

A solução integra recursos tecnológicos a conteúdos curriculares, favorecendo o desenvolvimento de habilidades específicas dessas áreas ao mesmo tempo em que respeita o ritmo de aprendizagem de cada estudante. Especialmente para o projeto Educação 4.0 para baixa ou nula conectividade, a unidade de tecnologia educacional da Positivo Tecnologia desenvolveu uma versão offline do Aprimora.

Assim, mesmo em escolas com baixo ou nenhum acesso à internet, os alunos da rede municipal de Ilhéus poderão usar a plataforma e aprender Matemática e Língua Portuguesa de uma maneira dinâmica, interativa e personalizada. A versão offline do Aprimora é ainda mais interessante nesse período de ensino híbrido, quando além de utilizar os recursos na escola os alunos poderão levar o netbook Positivo para casa, onde nem sempre há acesso à internet.


Formação de professor é fundamental

Além dos 3 mil netbooks Positivo, todos com o Aprimora offline pré-instalado, o projeto liderado por Regina Silva, diretora pedagógica da unidade de tecnologia educacional da Positivo Tecnologia inclui a formação de professores.

"Os professores são primordiais para atingir os objetivos desse projeto e precisam conhecer e se apropriar das ferramentas tecnológicas", diz Eliane Oliveira da Silva, Secretária Municipal de Educação, Esporte e Lazer de Ilhéus. Regina, que acumula mais de 25 anos de experiência em implantações de tecnologia educacional em escolas públicas e privadas, concorda e completa:

"A formação dos professores é um dos pilares fundamentais para o sucesso do programa. Eles serão preparados para implementar o projeto, usar as tecnologias educacionais e mediar as atividades dos alunos, pois não basta colocar computadores na escola. É preciso integrar e combinar os recursos digitais às práticas pedagógicas, com conteúdos de qualidade, formação e acompanhamento dos professores", explica.

Mais informações sobre o netbook Positivo, o Aprimora e outras soluções para alunos e escolas públicas e privadas estão no site da Tecnologia Educacional .