Você que ama jogos de estratégia e procura novidade, ou mesmo, procura por um game que lhe entregue a imersão no game e aquela boa queima da muca para fazer suas estratégias, contudo, gostaria de ter uma opção mais rápida de game similar a um xadrez blitz? Seus problemas se acabaram e melhor do que qualquer solução do Grupo Tabajara. Vamos falar sobre The Battle of Polytopia.


Sobre o game

No game, cada jogador comanda uma das 15 tribos, e deve explorar, construir cidades e declarar guerra contra as demais, sempre com o objetivo de controlar toda a terra mítica de Polytopia. Cada tribo tem sua cultura e tecnologia inicial próprias, e os fãs são bastante específicos sobre quais tribos preferem. A comunidade do jogo é muito coesa e produz uma grande quantidade de arte e clipes sobre cada uma delas.

O mundo de Polytopia

A terra plana de The Battle of Polytopia vai tirar de você o melhor estrategista que há em você e talvez você não saiba disso. Em um mundo quadrado de terra plana iremos escolher entre três modos de jogo para dominar o "planão" contra as outras tribos.

Temos o modo tradicional no qual vai puxar mais para o que estamos acostumados em games como Age of Empires e a vitória sendo destinada para a tribo que dominar todas as demais do mapa; No modo rápido temos um desafio muito legal do game no qual escolhemos quantas tribos estarão na disputa conosco, e, em 30 turnos devemos dominar e avançar o máximo possível para se tornar vencedor da partida. E por fim temos o modo criativo.

O game permite também experiência online para jogarmos contra outras pessoas após os treinos contra a máquina.

Não se deixe enganar com os gráficos simpáticos de The Battle of Polytopia, pois, por mais que visualmente nos lembre Minecraft, Trove, Roblox e outros games famosos e "quadrados", o sistema do game e as disputas deixam a fofura como mera perfumaria. Cada uma das 15 tribos terá suas peculiaridades e isso influenciará demais em como iremos jogar e progredir nossa tribo para dominar o mapa.

Jogabilidade

Agora que sabemos da fofura do game e que isso é uma armadilha inicial para nós, The Battle of Polytopia trabalha focado na evolução da tribo no tocante a tecnologias, e por consequência, estruturas, ofícios e exércitos progredem para termos mais peças e pontos de evolução disponíveis.

Se isso for pouco para você temos uma variedade de mapas que colocam os biomas de formas muito aleatória a cada game, além de, essa aleatoriedade tornar cada partida única. E reforça mais os cuidados da sua tomada de decisão tendo ainda as vantagens e desvantagens da tribo escolhida.

O começo temos apenas nosso quadradinho que representa a cidade e é ai que tudo começa. Vamos criando nossas primeiras tropas, adquirindo os primeiros conhecimentos e explorando ao redor para abrir caminho no mapa e encontrar novos recursos, e eventualmente, as outras tribos (dependendo de quantas tribos estão na disputa).

Dependendo do quão intimo você for dos jogos de estratégias, comece o game no normal e com uma quantidade boa de tribos no "tabuleiro". Para os novatos ou com poucas horas no gênero, não tenha vergonha de começar no fácil e contra duas ou três tribos, já será um bom desafio para começar a entender e amar o game.

Concluindo

The Battle of Polytopia pode ser um game que a principio muitos o deixem de lado devido seu visual, e isso será um erro grave, um erro rude do jogador. Para quem gosta de jogos de estratégia ele é uma opção muito boa e divertida, além de ser em acessível custando R$ 28,99 na Steam. Sem contar que ele pode ganhar promoções na plataforma.

O game já possuí disponível por DLC as quatro tribos extras e que tornam ainda maior o desafios no mapa. Com tudo isso não há mais o que te dizer, apenas abrir o jogo e voltar a dominar essa terra plana e se tornar a tribo vencedoras. Bora?