Foto: Filipe Nevares/Agência ABCM

As produções dentro do universo dos esports estão a cada dia maiores. Em nível global, o número de espectadores nas competições de esports chegou a 589 milhões, com uma receita acumulada de R$4,3 bilhões de reais, segundo dados da Newzoo.

Por trás dos grandes shows e transmissões que enchem os olhos de quem assiste, há sempre uma produção muito profissional e especializada. No Free Fire, campeonatos como a Liga NFA, ou o 4X4 do Gato, o Majestade do Solo e outros se destacam no cenário, todos produzidos pelo Clan.

Conheça a produtora por trás dos campeonatos mais promissores do Free Fire.


Os primeiros passos no cenário audiovisual

A produtora nasceu de uma relação bastante próxima com a NFA, maior campeonato independente de Free Fire. Com a necessidade de uma equipe profissional para realizar seus campeonatos, o Clan surgiu, inicialmente, para suprir essas necessidades. 

Contudo, ao longo do tempo, a Clan foi expandindo os serviços para outros produtos e clientes. Atualmente, além dos campeonatos da NFA, eles têm no seu portfólio campeonatos como o Rei do Solo, o Majestade do Solo e o Freefíadas, da Garena, publisher de Free Fire e também eventos de influenciadores como o 4X4 do El Gato, que trouxe a disputa entre os times Los Grandes e Tropa.

Final da Liga NFA Season 4 com show do MC Hariel/ Foto: Filipe Nevares/Agência ABCM

Mesmo com essa expertise em campeonatos de Free Fire, a produtora também oferece serviços para quaisquer produções de vídeos, campeonatos, transmissões, streams para marcar, publishers e agências.


Uma estrutura completa

Como produtora, o Clan conta com uma estrutura completa e uma equipe pronta para atender as necessidades de qualquer evento ou competição. É o que conta o CEO, Samuel Gonçalves.

“Contamos com uma equipe de colaboradores para atender qualquer necessidade de broadcast, criação audiovisual e execução de eventos, sempre focando principalmente nos games”, afirmou Samuel.

Final da Season 2 da NFA Legends/ Foto: Filipe Nevares/Agência ABCM

O espaço conta com um amplo estúdio com mais de 200m², sala switcher de broadcast, camarim para os talentos e lounge para convidados.


Paixão pelo o que se faz

Ainda segundo Samuel, mesmo com um espaço amplamente preparado, o grande diferencial do Clan é ter uma equipe experiente e profissional, com paixão pelo que fazem. Isso é refletido pela forma como a equipe fala, com carinho, do trabalho e produções já feitas. É o caso de Thomas Santos, Diretor de Programas e Broadcast do Clan:

“O nosso diferencial é sermos uma equipe apaixonada pelo o que fazemos, que está sempre disposta a ir além do que o necessário para atender nossos parceiros e clientes. Além disso, eu gosto da proximidade que a direção do grupo BMS tem com os projetos realizados pelo Clan”, afirmou Thomas.

A final da Liga NFA Season 4 contou com a presença do influenciador Nobru/ Foto: Filipe Nevares/Agência ABCM

O Diretor de Programas e Broadcast, chegou ao Clan e ao universo dos games depois de uma longa passagem pela televisão. Mesmo trazendo sua bagagem de conhecimento, ele afirma ser incrível poder ter campeonatos como 4X4 do El Gato e Liga NFA na bagagem.

“Para mim, é uma oportunidade única. Não é todos os dias que a gente pode olhar e pensar: ‘eu fiz parte disso, e é uma coisa totalmente nova’. Ainda mais em um cenário que vem passando por um crescimento vertiginoso nos últimos três meses”, pontuou Thomas.

E não é só para Thomas que o Clan trouxe experiências únicas.


Novas experiências

Assim como para Thomas, a experiência do Clan e dos eventos de games também tem sido gratificante para Rafaela Valini, Diretora de Operações da produtora. Seu papel na empresa é gerenciar e administrar os novos projetos que chegam para o Clan, mantendo sempre a qualidade entre todas as áreas de produção.

Dos projetos feitos pelo Clan, Rafaela acredita que o final da Season 4 da Liga NFA foi um dos projetos mais legais, principalmente por ver o quanto o cenário de Free Fire cresceu tão rápido, em tão pouco tempo.

4X4 do El Gato contou com as equipes da Los Grandes e Tropa disputando presencialmente/ Foto: Filipe Nevares/Agência ABCM

“Poder organizar esses campeonatos para mim é gratificante, não só por estar em contato com pessoas importantes no cenário como também entregar um trabalho legal para os fãs, que esperam ansiosamente por esses eventos”, ela comentou.

E revendo todos os projetos que o Clan já organizou, Rafaela reflete e conclui:

“Isso ainda é muito pouco comparado com o que ainda vamos fazer!”.