Foi realizada no domingo (25) a cerimônia do Oscar 2021, e a 93ª edição da festa do cinema, tal como o Grammy, precisou se adaptar por causa da pandemia. Foi um evento diferente, dividido entre o Dolby Theatre e o Union Station, em Los Angeles. Na entrega dos prêmios, Nomadland confirmou o favoritismo, e foi o maior vencedor da noite com três estatuetas. Uma delas foi para diretora Chloé Zhao, a primeira asiática e a segunda mulher na história a vencer na categoria de direção.


Zhao não brilhou sozinha, entretanto. Aos 73 anos, Yuh-Jung Youn venceu na categoria de melhor atriz coadjuvante pela atuação em Minari, tornando-se a primeira sul-coreana a ganhar um Oscar. O filme A Voz Suprema do Blues trouxe só alegrias para elas: com 89 anos, a figurinista Ann Roth se tornou a mulher mais velha a vencer na premiação. Já a dupla de maquiagem e figurino Mia Neal e Jamika Wilson, sagrou-se como as primeiras mulheres negras a vencerem na categoria.

A surpresa da noite ficou para o prêmio de Melhor Ator. Joaquin Phoenix recebeu a estatueta em nome de Anthony Hopkins, que venceu pela atuação em Meu Pai. Muitos apontavam o falecido Chadwock Boseman como forte candidato ao prêmio pelo trabalho em A Voz Suprema do Blues.

No giro dos estúdios, a Netflix levou a melhor saindo do Oscar com sete estatuetas, o número absoluto da noite. Searchlight e Warner Bros. ganharam três, com Amazon Studios, Disney Pixar e Sony Pictures Clássicos vencendo dois Oscars. Focus Features e A24 fecharam a lista com um Oscar na conta.

Curtiu o Oscar 2021? Veja, a seguir, a lista completa de vencedores:

Melhor filme
"Meu pai"
'"Judas e o messias negro"
"Mank"
"Minari"
"Nomadland"
"Bela vingança"
"O som do silêncio"
"Os 7 de Chicago"

Melhor atriz
Viola Davis - "A voz suprema do blues"
Andra Day - "Estados Unidos Vs Billie Holiday"
Vanessa Kirby - "Pieces of a woman"
Frances McDormand - "Nomadland"
Carey Mulligan - "Bela vingança"

Melhor ator
Riz Ahmed - "O som do silêncio"
Chadwick Boseman - "A voz suprema do blues"
Anthony Hopkins - "Meu pai"
Gary Oldman - "Mank"
Steve Yeun - "Minari"

Melhor direção
Thomas Vinterberg - "Druk - Mais uma rodada"
David Fincher - "Mank"
Lee Isaac Chung - "Minari"
Chloé Zhao - "Nomadland"
Emerald Fennell - "Bela vingança"

Melhor atriz coadjuvante
Maria Bakalova - "Borat: fita de cinema seguinte"
Glenn Close - "Era uma vez um sonho"
Olivia Colman - "Meu pai"
Amanda Seyfried - "Mank"
Youn Yuh-jung - "Minari"

Melhor ator coadjuvante
Sacha Baron Cohen - "Os 7 de Chicago"
Daniel Kaluuya - "Judas e o messias negro"
Leslie Odom Jr. - "Uma noite em Miami"
Paul Raci - "O som do silêncio"
Lakeith Stanfield - "Judas e o messias negro"

Melhor filme internacional
"Druk - Mais uma rodada" (Dinamarca)
"Shaonian de ni" (Hong Kong)
"Collective" (Romênia)
"O homem que vendeu sua pele" (Tunísia)
"Quo vadis, Aida?" (Bósnia e Herzegovina)

Melhor roteiro adaptado
"Borat: fita de cinema seguinte"
"Meu pai"
"Nomadland"
"Uma noite em Miami"
"O tigre branco"

Melhor roteiro original
"Judas e o Messias negro"
"Minari"
"Bela vingança"
"O som do silêncio"
"Os 7 de Chicago"

Melhor figurino
"Emma"
"A voz suprema do blues"
"Mank"
"Mulan"
"Pinóquio"

Melhor trilha sonora
"Destacamento blood"
"Mank"
"Minari"
"Relatos do mundo"
"Soul"

Melhor animação
"Dois irmãos: Uma jornada fantástica"
"A caminho da lua"
"Shaun, o Carneiro: O Filme - A fazenda contra-ataca"
"Soul"
"Wolfwalkers"

Melhor curta de animação
"Burrow"
"Genius Loci"
"If anything happens I love you"
"Opera"
"Yes people"

Melhor curta-metragem em live action
"Feeling through"
"The letter room'"
"The present"
'"Two distant strangers"
"White Eye"

Melhor documentário
"Collective"
"Crip camp"
"The mole agent"
"My octopus teacher"
"Time"

Melhor documentário de curta-metragem
"Collete"
"A concerto is a conversation"
"Do not split"
"Hunger ward"
"A love song for Natasha"

Melhor som
"Greyhound: Na mira do inimigo"
"Mank"
"Relatos do mundo"
"Soul"
"O som do silêncio"

Canção original
"Fight for you" - "Judas e o messias negro"
"Hear my voice" - "Os 7 de Chicago"
"Husa'vik" - "Festival Eurovision da Canção: A saga de Sigrit e Lars"
"Io sì" - "Rosa e Momo"
"Speak now" - "Uma noite em Miami"

Maquiagem e cabelo
"Emma"
"Era uma vez um sonho"
"A voz suprema do blues"
"Mank"
"Pinóquio"

Efeitos visuais
"Problemas monstruosos"
"O céu da meia-noite"
"Mulan"
"O grande Ivan"
"Tenet"

Melhor fotografia
"Judas e o messias negro"
"Mank"
"Relatos do mundo"
"Nomadland"
"Os 7 de Chicago"

Melhor edição
"Meu pai"
"Nomadland"
"Bela vingança"
"O som do silêncio"
"Os 7 de Chicago"

Melhor design de produção
"Meu pai"
"A voz suprema do blues"
"Mank"
"Relatos do mundo"
"Tenet"