Um dos reboots mais aguardados de 2021 já estreou em diversos países, está chegando ao Estados Unidos e boatos que em Maio chega ao Brasil. Será que o novo filme do "Mortal Kombat" é tão satisfatória quanto o primeiro de 1995? Ou será que divide opiniões como "Mortal Kombat - A Aniquilação" de 1997? Vamos falar sobre o filme.


Sinopse


Em Mortal Kombat, o lutador de MMA Cole Young, acostumado a apanhar por dinheiro, não faz ideia da herança que carrega - ou por que o Imperador da Exoterra, Shang Tsung, enviou seu melhor guerreiro, Sub-Zero, um criomancer de outro mundo, para exterminar Cole. Temendo pela segurança de sua família, Cole sai em busca de Sonya Blade por recomendação de Jax, um major das Forças Especiais que tem a mesma estranha marca de nascença na forma de dragão que Cole. 

Logo, ele se encontra no templo do Lorde Raiden, um Deus Ancião e protetor do reino da Terra, que acolhe aqueles que ostentam a marca. Lá, Cole treina com os experientes guerreiros Liu Kang, Kung Lao e o mercenário vigarista Kano, à medida que se prepara para enfrentar, ao lado dos maiores campeões da Terra, inimigos oriundos da Exoterra em uma arriscada batalha pelo universo. Contudo, será que ele treinará o bastante para desbloquear sua arcana - o imenso poder que existe dentro de sua alma – a tempo não só de salvar sua família, mas também de vencer a Exoterra de uma vez por todas?


O que tem de diferente no reboot?


Dependendo da sua idade diversas reações podem surgir para você com o reboot, em especial, comparar com o primeiro filme de 1995 e isso pode não ser algo bom em alguns aspectos. Quando "Mortal Kombat" surgiu era algo simples e extremamente violento: um torneio decidirá o destino da Terra em uma luta contra os guerreiros de Outworld.

Levando em conta que naquela época o primeiro game teve sete personagens jogáveis e dois chefes, foi muito simples fazer uma história para o game, e mais fácil ainda de tornar um filme, pois bem ou mal, era algo redondinho com inicio, meio e fim, nesse game e com continuação em aberto. Obviamente existiu mais games e outro filme, série, desenhos e zaz, vieram.

Sendo um reboot e com quase 30 anos de história nas costas, e que em 2009 foi reiniciada, o novo filme tem mais material e personagens para pode explorar e utilizar, contudo, a história do torneio ainda é o ponto principal para mover a história do "Mortal Kombat".

"Mas Waka, então tá tudo igual?" Eu te digo que 50% é realidade...


O mesmo torneio, uma nova história

Mais uma vez voltamos ao ponto onde Outworld venceu nove torneios consecutivos, e, conforme as regras do Mortal Kombat, o reino que vencer 10 vezes seguidas conquista o direito de dominar e fazer o que bem entender com o reino perdedor. De um lado temos ainda Shang Tsung e seus guerreiros, para alguns podem ter caras novas? Depende do quanto você jogou após "Mortal Kombat Trilogy". Do outro, os guerreiros da Terra sob o comando de Raiden.

Os guerreiros da Terra são identificados pela marca do dragão, e você sabe como essa marca é! Pela Terra temos Liu Kang, Kung Lao, Jax, Sonya Blade, Kano e o jovem Cole Young, o novo protagonista do trailer do filme.

Para quem se perdeu com o foco que a história do "Mortal Kombat" foi dando em determinados personagens para sua narrativa e como ela vem sendo costurada, talvez o filme te surpreenda, e pode ser que essa surpresa, apenas incomode quem não aceitou o reboot do game e está preso nos anos 1990...


Muito fan service

Sabendo que o torneio se mantém e que isso não surpreende, vamos falar de algo que o trailer já jogava na nossa cara com força mas pode ser que você meteu o Jonny Cage e desviou. Muitos detalhes dos diversos jogos estão presentes e vão além do visual dos personagens serem o máximo que podem fiel aos games.

Olhos atentos notarão as escolhas dos Fatality, imagens de referência, bons easter eggs, uma referência muito boa a "Mortal Kombat Shaolin Monks", golpes, falas e muitos detalhes que independente do quanto você conhece a franquia, você vai pescar um e outro, ou mesmo muitos deles.

E como se espera de um filme baseado em um game de luta, e como vocês viram uma prévia aqui, as lutas estão muito boas de serem vistas. Os combates chaves possuem boas coreografias e melhora ainda mais com os personagens envolvidos nessas lutas pois também gera uma torcida para alguém apanhar mais ou ser finalizado. O filme entrega lutas mais fluidas que o game e isso é ótimo.


Mas nem tudo são flores

Os principais pontos do filme estão muito bons? sim, contudo, alguns momentos acabam sofrendo pequenos deslizes que nos colocam opções na cabeça para lidar com isso. A história do Cole pode soar um pouco forçada para rodar a narrativa; quando realizam uma certa busca ela meio que se concretiza fácil demais e podemos até dizer que foi um "deus ex machina" para não fazer uma pequena exploração.

A forma como Cole simplesmente aceita algumas coisas também nos leva a um ponto de relevar, ignorar, por ser um filme adaptado de um game, ou, se questionar se ao menos ele poderia levantar uma suspeita se é real, não? Um dos pontos talvez possa ser algo que foi mais pessoal, e nisso, acredito que o orçamento de U$ 50 milhões pode ter dado pouco tempo de tela para a personagem.

Mesmo com lutas muito legais em alguns momentos a Warner nos lembra que o filme vem um game que é propriedade sua, e sim, toma cenas escuras e atrapalhando a visão em alguns combates e não perdoa nem o terço final do filme, justamente a hora que a porrada come solto para finalizar a história. São poucas mas ainda assim, é algo chato.


Finnish!

No fim das contas o reboot "Mortal Kombat" faz o que se propõem em seus 1h40 de tela nos trazendo um filme para esquecermos um pouco o caos que estamos vivendo e curtir boas lutas e glorificar como as "fortes surras" do game estão muito bem presentes na película.

Para quem vê tudo relacionado a game, ou quer apenas um filme para passar o tempo, ama Mortal Kombat, sendo falta dos filmes de artes marciais, o novo filme do "Mortal Kombat" é para você!

"Mortal Kombat" foi lançado no dia 8 de abril internacionalmente, chega no Estados Unidos no dia 23 de abril, e no Brasil, boatos de chegar no dia 13 de maio, porém, acredito que ele chegue junto ou após o HBO Max estrear no Brasil e isso está previsto para junho.