O lore de Star Wars tem muitos detalhes interessantes, mas um que se destaca é a cor dos sabres de luz. As "espadas" dos Jedi e Sith são famosas por uma lâmina na forma de feixe, e diferentes cores. Mas por que elas são diferentes? É por causa dos cristais kyber, uma variedade de cristais, gemas, pedras ou objetos usados como fonte de energia das armas. A gente te conta melhor essa história.


Como funciona

Vai dizer que você nunca sonhou em um dia ganhar um sabre de luz de verdade?

No coração de cada sabre existe uma série de cristais que ressoam para produzir uma poderosa lâmina. Os cristais mais usados no processo de criação de um sabre eram do sistema Adega, Ilum e Dantooine. Os Jedi e Sith usavam diferentes cristais para produzir várias cores, efeitos e habilidades únicas: alguns até podiam melhorar as habilidades da Força de um usuário. Outras pedras, como cristais coloridos ou diamantes, eram usadas apenas para efeitos prismáticos.

Apesar disso, nem todos os cristais de sabre de luz eram cristais. Muitos Jedi ou Sith usavam um material ou substância diferente no lugar do cristal, como cacos de vidro e até mesmo um micro-maquinário especial.

Na época da Grande Guerra Sith, muitos sabres foram criados usando pedras Kunda, uma formação geológica natural do planeta Kadril. Essas pedras tinham inúmeras aplicações na medicina e nas comunicações, mas quando adicionadas a outros cristais de foco, produziam um feixe mais amplo.


Preparação

Um dos sabres de luz mais bolados de Star Wars, por uma larga margem

Antes de colocar o cristal no sabre de luz, o Jedi ou Sith precisava imbuí-lo com a Força. Para fazer isso, ele deveria meditar no cristal por muitos dias. Enquanto os Jedi usavam principalmente cristais naturais, os Sith geralmente usavam cristais sintéticos em tons de vermelho.

Os cristais dos Sith criaram uma lâmina ligeiramente mais poderosa quando energizada pelo lado negro da Força, que ocasionalmente poderiam "quebrar" a lâmina de um sabre Jedi.

Um exemplo é Darth Maul, que usou uma fornalha especial para fazer os seus próprios cristais. Foram vários dias até fazer os quatro cristais necessários para o famoso sabre de luz de lâmina dupla. A criação desses cristais exigiu uma concentração intensa, pois Darth Maul teve que usar a Força para dar aos cristais a forma certa e limpar eles de impurezas, e para sobreviver ao longo tempo que levou no calor da fornalha.

Por sua vez, a Ordem Jedi tinha uma técnica avançada que permitia, se necessário, a limpeza de cristais sintéticos feitos por usuários do lado negro.


E as cores?

Qual lado você escolhe?

Por volta de 4000 ABY, os cristais de sabre de luz foram usados para indicar a classe escolhida por um Jedi. Algumas cores incluem:

  • Azul indicava um Jedi Guardião, que usava a Força em um nível mais físico;
  • Verde indicava Jedi Cônsul, que preferia refletir sobre os mistérios da Força e lutar contra o lado negro em seu coração;
  • Vermelho indicava um Jedi Sentinela, que usa a furtividade como arma de combate;
  • Roxo ele indicava um Jedi de estilo agressivo, que usava técnicas do lado luminoso e negro da Força.

Nos últimos anos, entretanto, essa diferença caiu em desuso, pois a maioria dos Jedi usava cristais azuis ou verdes das cavernas Ilum com base na escolha pessoal. Ainda assim, funções específicas como os guardas do templo usavam cristais amarelos para alimentar seus sabres de luz.

Já os cristais roxos e laranja ainda eram usados por alguns Jedi até a queda da Ordem Jedi, mas eram extremamente raros e frequentemente passados de geração a geração.

Durante a Guerra Civil Galáctica, o Império Galáctico proibiu o comércio e a posse de todos cristais de sabre de luz. Sem os cristais Ilum à sua disposição, os Jedi da Nova Ordem Jedi decidiram usar vários cristais e gemas, criando lâminas de sabre de luz de várias cores.


Um ponto importante

Sim, Nick Fury já foi Jedi. Brabo demais.

Muitas dessas cores vêm de diferentes aspectos do universo expandido de Star Wars - filmes, livros, programas de televisão, quadrinhos e jogos. Dessa forma, inconsistências entre o grande número de autores podem existir.

Certos relatos da origem dos sabres de luz podem não permitir cores incomuns que aparecem em outros lugares. Já algumas categorizações podem ser controversas, e outras com explicação bem mais simples. Mace Windu, personagem de Samuel L. Jackson, provavelmente ganhou um sabre roxo porque o ator pediu, e não por alguma razão de mitologia mirabolante.

Ainda assim, não dá para negar: os sabres de luz continuam sendo um dos aspectos que mais despertam a curiosidade no universo de Star Wars, e uma das armas mais famosas da cultura pop.

Via Star Wars Wiki e Vox