A Twitch finalmente revelou como será resolvido o atual combate ao "hot tub meta", as famosas lives em banheiras/piscinas que dominaram o "Só na conversa", com o anúncio de uma nova categoria chamada “Piscinas, banheiras e praias”. No original “Pools, Hot Tubs and Beache".

No dia 21 de maio, a Twitch anunciou que a nova categoria já está no ar e que eles tiveram muitas discussões constantes sobre como lidar com a polêmica da banheira de hidromassagem tomando conta da plataforma.

Em uma postagem do blog oficial, a Twitch falou sobre algumas das críticas que as streamers de banheira têm enfrentado, como seu conteúdo ser muito sexual para o site ou que elas estão usando a Twitch como uma forma de promover mais conteúdo com tema adulto em outras plataformas.

Não que o OnlyFans dependesse da Twitch, mas...


“Em primeiro lugar, ninguém merece ser assediado pelo conteúdo que escolhe transmitir, sua aparência ou quem são, e tomaremos medidas contra qualquer pessoa que perpetue esse tipo de toxicidade em nosso serviço”.

“Em segundo lugar, embora tenhamos diretrizes sobre conteúdo sexualmente sugestivo, ser considerado sexy por outras pessoas, não é contra nossas regras, e a Twitch não tomará medidas contra as mulheres, ou qualquer pessoa em nosso serviço, por sua atratividade percebida”, acrescentaram.

A Twitch também abordou as streamers que escrevem nomes dos inscritos em seus corpos, dizendo que permitem, mas apenas se a streamer tiver "adequadamente coberta/vestida".

Eles também explicaram como suas políticas sobre o que é sexualmente sugestivo não são claras. “A sugestão sexual é um espectro que envolve algum grau de interpretação pessoal de onde a linha é rompida”, disseram eles.


Por fim, eles se dirigiram a Amouranth a qual teve os anúncios suspensos em seu canal, que pode resultar em uma perda de quase US $ 500 mil por ano.

“Na Twitch, as marcas decidem onde e quando seus anúncios aparecem. Hoje, elas podem segmentar ou evitar categorias específicas de conteúdo e sinalizar canais que não atendem a seus padrões. Isso significa que q Twitch, em casos raros, suspenderá a publicidade em um canal a pedido dos anunciantes”, explicaram. “Recentemente, suspendemos a publicidade em alguns canais que foram sinalizados pela maioria de nossa base de anunciantes e não os notificamos.”

Além disso, a Twitch diz que trabalhará com os streamers para entender melhor o que “brand safe” significa para os anunciantes e foi o feedback dos anunciantes que resultou na criação da nova categoria.

Uma coisa não podemos negar, o "Só na conversa" volta ao normal, e provavelmente, em breve podemos ver um novo "meta" nascendo na categoria enquanto a água não esfria de novo nas banheiras da Twitch.

via Dexerto