Os torcedores botafoguenses terão mais um motivo para se orgulhar nas arenas virtuais. Trazer um torcedor para ingressar como atleta profissional, é desejo de todos os clubes e o Botafogo Esports conseguiu a façanha de não só contratar um, mas três jogadores que carregam, além da paixão pelo manto, experiência no cenário competitivo e o bônus de serem da mesma família.


Recentemente, o clube anunciou a entrada no Free Fire, modalidade eletrônica mais aguardada pela torcida alvinegra e, a chegada dos conhecidos "Irmãos V" é uma das primeiras apostas de contratação da equipe oficial para o projeto decolar.

A chegada da Estrela Solitária no battle royale da Garena faz parte do planejamento estratégico da Bird Cia., empresa que gerencia o Botafogo Esports, em conjunto com o clube, para que o Free Fire, também se torne uma potência no ecossistema.

Os cariocas, Vagner "vgzinnn" Alexandre (19 anos), Vinícius "vnzinnn" Alexandre (22 anos) e Victor "viitiin" Alexandre (24 anos), levaram títulos também para o bairro Duque de Caxias, onde cresceram juntos e, farão parte da line de pro players e influenciadores, confirmando estarem realizando um sonho.

"Estou muito feliz, de verdade! Sempre fui torcedor do Botafogo, ia pro estádio com meu pai, meus irmãos e hoje poder representar esse time, estou vivendo um sonho! Prometo que honrarei essa camisa e dar muita alegria pros alvinegros!"- disse Viitiin.

O primogênito, Victor, começou a jogar Free Fire em 2017 por pura diversão com os amigos, chegou ao topo como campeão brasileiro pela New X, e aterrizou no México para representar o Brasil na Copa América.

Vinicius, irmão do meio, joga o game desde a versão beta. Passou por times como New Gaming, onde estreou sua carreira profissional passando também pela organização PaiN, PRG e Los Grandes.

"É um imenso prazer vestir a camisa do clube que eu amo desde pequeno e, agora poder representá-lo no Free Fire será a minha maior honra. Poder estar do lado do Vg de novo, continuar ao lado do Vitin, e agora com o manto do Fogão sempre foi um sonho pra nós 3, nunca imaginei que seria pelo Free Fire, mas é o mesmo peso pela tradição do clube, espero ter o apoio de todos vocês e que possamos trazer muitas felicidades para o glorioso". - disse o Vnzinn.

Vagner é o mais novo dos 3 irmãos e começou no Free Fire desde o início do jogo no Brasil. Passou por grandes times como New Gaming, PaiN e Corinthians. Teve o auge da carreira profissional na PaiN, onde foi reconhecido como um dos melhores jogadores do mundo e TOP 3 no Brasil. Vgzin é descontraído, e hoje tem uma legião de fãs, não só pelo mérito das conquistas, mas pelo seu carisma.

"Primeiramente eu queria agradecer a todos os envolvidos pela oportunidade e o prazer que estão me dando, vestir a camisa do Botafogo sempre foi um sonho de menino, muita gente que me acompanha sabe que sou botafoguense. Esse sonho nasceu no futebol, mas como a vida tem surpresas e nem tudo é como sonhamos; Deus abriu outras portas e, representar meu clube é muita gratidão por tudo e aos alvinegros, que no caso, eu também faço parte da torcida rsrsrs. Quero entregar 200% da minha pessoa, farei de tudo pra honrar a oportunidade e trazer muita alegria pra essa torcida que eu sei que é apaixonada." - disse Vgzin

O Glorioso tem com próximos passos, firmar parceria com uma das 12 classificadas para a próxima etapa da Série B da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) e está analisando também participações em outros campeonatos, realizados pela NFA. Será com essa equipe e os Irmãos V que a Estrela a Solitária buscará o acesso a principal divisão da competição.

"Desde o início do projeto, idealizamos que um dia teríamos pelo menos um torcedor nato dentro das equipes de pro players. Assim, que anunciamos que ingressaríamos no Free Fire, os seguidores começaram a marcar diversos jogadores e alguns me chamaram à atenção."

"Eu mesma entrei em contato com um dos irmãos, sem saber que tinha ali entre o nosso mapeamento, um parentesco em dose tripla rsrsrs! Foi uma grata surpresa, e quando soube da história deles, deu um match mais legal ainda com os propósitos do projeto, além de trazerem um histórico positivo no cenário competitivo. Agora é unir toda essa coincidência boa demais e irmos "brabos" pra cima! #GoFogo!" - disse a Ceo da Bird, Vanessa Oliveira.