Foto por: Viktor Flume

Eagle-eye Cherry compartilhou o videoclipe de seu mais recente single, “I Like It”. Assista aqui.

A faixa é o primeiro single de seu sexto álbum de estúdio que será lançado no começo do ano que vem. “I Like It” é, em muitos aspectos, uma reflexão contundente sobre como as coisas eram - e como podem ser novamente.

Eagle-Eye foi interrompido drasticamente no começo de 2020 durante os trabalhos para depois do álbum de 2018 "The Streets Of You", que foi indicado ao Grammy e entregou um hit para as rádios.

Ele finalmente conseguiu um tempo para trabalhar em sessões no icônico estúdio Stockholm Atlantis e tinha acabado de começar a gravar após finalizar uma turnê pelo Brasil. E então a pandemia atingiu. Com o tempo que ele teve, conseguiu criar sete músicas gravadas - “das quais 4-5 eram incríveis,” ele resume - e seguiu para uma vida claramente diferente dos anos que se seguiram à descoberta de sucesso de 1997 com "Save Tonight".

Nunca fiquei tanto tempo na Suécia de uma vez. A única coisa que fiz externamente foi uma participação na web em um festival no Brasil. Finalmente escalei as paredes e disse: "Ai, cara", diz ele com humor e com a maior seriedade quando agora finalmente começou a sentir uma oportunidade de voltar ao palco.

O começo será em Maio com "I Like It". Uma música que, assim como muito no próximo álbum - previsto para o começo de 2022 - em parte se olha em espelhos que refletem sua adolescência.

A música tem acenos óbvios para os já favoritos dos adolescentes, como The Cars, The Clash, Ramones, Talking Heads e Blondie com referências ocasionais a Fleetwood Mac. Ele comenta sobre as letras:

Você acorda todo machucado da noite anterior, se levanta e se limpa e volta para o mundo. Não há consequências. Eu já escrevi músicas sobre as consequências, mas esta não é uma delas. A primeira frase na letra “Eu acordei no chão e não quero saber como vim parar aqui. Tento encontrar meu telefone, parece que preciso estar em algum lugar (I woke up on the floor and I don’t want to know how I got here. I try to find my phone it feels like I need to be somewhere)” praticamente resume tudo.

A música é um trabalho de Eagle-Eye junto com Anders Pettersson e David Lindgren Zacharias - com produção por Peter Kvint e mixado por James Krausse em Los Angeles.

É a primeira impressão de um processo que tornará mais uma vez Eagle-Eye Cherry um dos poetas musicais mais globais da Suécia. Algo que deve acontecer o mais rápido possível - se ele puder decidir por si mesmo.

Via Catto