Com oito mapas exclusivos e sistema de jogo único, o Red Bull Flick se aproxima da decisão brasileira inédita do torneio. Após centenas de embates e mais de 500 times inscritos, apenas as quatro melhores duplas seguem na disputa pelo troféu. E, para aumentar o xp, as equipes tiveram uma experiência especial: gameplays e mentoria com jogadoras da line up feminina de CS:GO da FURIA, uma das maiores organizações do mundo. De quebra, ainda receberam mensagens de apoio de yuurih e kscerato, astros do game e presentes no topo do ranking mundial.


Primeira mentoria da line up feminina da FURIA neste formato, as atletas puderam trocar experiências e dar dicas valiosas aos participantes. Na largada, sob comando de Gabriela ‘Gabs’ Freindorfer, a equipe ‘Desesperado’ pôde desfrutar desse momento exclusivo. Formada pelos pro-players Rodrigo ‘proSHOW’ Guluzian e Matheus ‘kurg4n’ Dantas, a dupla pôde conversar sobre os mapas personalizados do Red Bull Flick, habilidades que podem ajudar no desenvolvimento dos jovens e algumas dicas para se dar bem na competição.


“Jogando com eles, dá para ver que estão bem harmonizados entre si. Eles têm bastante ideia do que fazer e vão chegar na mira mesmo. Estão no famoso W afundado. Talvez, joguem uma DM (Deathmatch), mas, não acho que precisem. A mira deles está dura. Com esses mapas, o que precisa muito é ter reflexo. Jogando contra, percebi que eles poderiam vir de todos os lados”, diz Gabs.


Na sequência, ‘Chosa Heidan’, ‘Dorms Gaming’ e ‘tomadosgu’ encararam, respectivamente, Gabriela ‘Gabee’ VelascoGabriela ‘GaBi’ Maldonado e Izabella ‘Izaa’ Galle. Como grande parte das duplas foi formada por amadores, os participantes conseguiram vivenciar uma experiência inesquecível na carreira, com dicas preciosas para gameplay, assim como auxílio na jornada visando aos sonhos de cada um. Para fechar, yuurih e kscerato ainda gravaram mensagens para dar energia extra antes da grande final.


PREPARE A MIRA E O REFLEXO

Sob olhares da FURIA, no próximo dia 1 de agosto, as quatro duplas fazem o login na primeira decisão brasileira do Red Bull Flick. Com transmissão ao vivo e presença de Ana Xisdê, jurada no Esports Awards, como host do evento, os participantes medem suas habilidades nos mapas exclusivos do evento – conhecidos como ‘Arenas’ – em gameplays rápidas, com cerca de cinco a dez minutos de duração.


O objetivo é controlar pontos de captura no mapa durante certo período de tempo, sendo que o ponto de captura muda a cada 30 segundos. Haverá um sistema de contagem regressiva de tickets para trackear a pontuação e, quando os tickets de um time se esgotam, ele perde o jogo. A temática da competição se inicia no planeta BU-11, com cada vitória levando as duplas para mais perto de seu destino final, a arena do playoff no WI-nG: 5. A jornada de cada duo começa no mapa "City Palace" e, assim, vai evoluindo. As duplas terão que lutar para não serem esquecidas e evitar sucumbir aos arquivos digitais.


O time vencedor vai faturar o primeiro troféu brasileiro da competição. Idealizado pela Turquia, o Red Bull Flick chega pela primeira vez ao Brasil em 2021 e ainda conta com a parceria global da AOC e parcerias locais da Adidas e Aorus.


Sobre a line up feminina da FURIA

A FURIA feminina é hoje o time a ser batido quando falamos do cenário. E os números não mentem. Desde 2020, quando a FURIA adotou a line feminina em seu plantel de modalidades, foram mais de oito troféus erguidos. Quantidade essa que trouxe, com justiça, a reputação de melhor time feminino de CS:GO da América Latina por quase dois anos em sequências. Bicampeãs da GC Masters Feminina (considerado um dos grandes campeonatos femininos do país) e atuais campeãs da WESG Latam, que garantiu a elas uma vaga no Mundial da China, as jogadoras seguem evoluindo campeonato a campeonato e lutando para manter a hegemonia na modalidade. A lineup oficial é formada por Kaah, Gabs, Gabee, Izaa e TBD.