A BBC confirmou nesta quinta-feira (29) que Jodie Whittaker deixará Doctor Who após a sua terceira temporada na série. O showrunner Chris Chibnall, que escalou Whittaker como a primeira encarnação feminina do Doutor, também está de saída.

A 13ª temporada de Doctor Who estreia no fim de 2021. O primeiro trailer foi divulgado na Comic-Con@Home, e você confere no Trailers e Sinopses. Apesar da despedida anunciada, Jodie Whittaker irá aparecer em um evento de seis partes, e três especiais que começam a ser exibidos no dia 1 de janeiro de 2022.

Outros dois especiais também estão em produção. Eles irão estrear, respectivamente, na primavera e outono do hemisfério norte.

“O magnífico e icônico Doutor de Jodie superou todas as nossas expectativas. Ela tem sido a atriz principal padrão ouro, assumindo a responsabilidade de ser a primeira personagem feminina com estilo, força, calor, generosidade e humor", disse Chibnall. "Ela capturou a imaginação do público e continua a inspirar adoração em todo o mundo, bem como em todos na produção. Não consigo imaginar trabalhar com um Doutor mais inspirador - então não vou!”

“Desejo aos nossos sucessores - quem quer que seja escolhido pela BBC e os estúdios da BBC - tanta diversão quanto já tivemos. Eles vão se divertir!"

“Em 2017, abri minha gloriosa caixa de presente de sapatos tamanho 13. Eu não poderia ter adivinhado as aventuras, mundos e maravilhas brilhantes que veria neles”, disse Whittaker. “Meu coração está cheio de amor por esta série, pelo time que a produz, pelos fãs que assistem e pelo que ela trouxe para minha vida. E não posso agradecer a Chris o suficiente por me confiar suas histórias incríveis.”

“Sabíamos que queríamos pegar essa onda lado a lado e passar o bastão juntos. Então, aqui estamos nós, a semanas de concluir o melhor trabalho que já tive. Acho que nunca serei capaz de expressar o que esse papel me deu. Vou levar o Doutor e as lições que aprendi para sempre”, acrescentou ela.

A BBC ainda não anunciou quem irá substituir Whittaker. No mês passado, o músico britânico Olly Alexander negou que estivesse na corrida pelo papel.