Você já imaginou um armazém gerenciado por robôs? O YouTuber Tom Scott respondeu a pergunta no dia 5 de julho, publicando um vídeo em seu canal. Scott visitou um dos armazéns da Ocado Technology, empresa de tecnologia voltada para o setor de e-commerce, localizada no sudeste de Londres. E o local impressiona.

Os consumidores fazem as compras de mercado online, e ao invés de pessoas reunindo os produtos, a Ocado desenvolveu robôs (bots) que se movem mais de um milhão de vezes por dia em uma estrutura chamada de "Hive" (colmeia).

Cada bot se movimenta a uma velocidade de 14 km/h num espaço equivalente a sete campos de futebol americano. É gigante! E para um grande espaço, uma grande tropa: segundo Laryssa Tymczyszyn, gerente de projeto de robótica da Ocado, cerca de 2,300 robôs realizam o trabalho.


Tymczyszyn ainda explica em detalhes como os bots trabalham, mas a gente resume: a colmeia é uma estrutura gradeada de metal, com compartimentos cheios de produtos. Os compartimentos são chamados de "call totens". Os bots se movimentam pela colmeia em direção X, Y ou Z, e sensores à laser ajudam eles sabem por ponde estão passando. Os produtos então são selecionados de acordo com os pedidos. A empresa tem em torno de 58 mil produtos no armazém do vídeo.


E a hora de empacotar? Uma tarefa normal do nosso dia-a-dia, ela também é feita por um robô. Ele fica numa área embaixo da colmeia, onde recebe os produtos. Por meio de duas câmeras 3D, a caixa com os produtos é fotografada, antes do robô começar a confirmar se os produtos estão corretos - para então colocá-los em cestas de compras.

Com tanta modernidade, você vai pensar: tem pessoas trabalhando nesse armazém? A resposta é sim. Um grupo de pessoas monitora os bots por um sistema de câmeras, e se algum deles apresentar um problema, é possível solucionar de forma remota. Se bateu a curiosidade de conhecer esse local moderno e maluco, solte o play e confira o vídeo: