A segunda temporada de The Morning Show ganhou novo trailer nesta segunda-feira (23), e o clima na UBA está mais tenso que nunca. Com 10 episódios, o novo giro da série estreia dia 17 de setembro no AppleTV+, mas não conte como um retorno do "time das garotas". A audiência está baixa, Jennifer Aniston e Reese Witherspoon estão ainda mais infelizes, e existem mil problemas feito racismo e o coronavírus.


No trailer, a parceria entre Alex (Aniston) e Bradley (Witherspoon) no café da manhã da UBA é revivida após a denúncia ao vivo no final da primeira temporada. A denúncia, inclusive, fez Alex deixar a emissora por um tempo para fazer um exame de consciência. “Você é a única coisa que pode nos salvar”, diz o executivo vivido por Billy Crudup.

Nesse meio tempo, Alex está sendo substituída pela âncora vivida por Hasan Minhaj. Julianna Margulies, que sabe um pouco sobre relacionamentos femininos rompidos, retrata uma repórter da UBA que consegue a cobiçada entrevista de Alex. “Precisamos esclarecer nossos fatos”, diz Alex a Bradley durante o almoço. “Precisamos decidir qual é a verdade.”  

A segunda temporada de The Morning Show teve a produção interrompida em março de 2020 por causa da pandemia de Covid-19, mas retomou os trabalhos em outubro do ano passado. A primeira temporada foi exibida em 2019.

Da última vez que vimos Alex e Bradley, elas estavam ao vivo e expuseram o presidente da UBA, Fred (Tom Irwin), e a emissora por ignorarem a má conduta sexual do ex-âncora Mitch (Steve Carell). As duas então foram interrompidas no meio do discurso, enquanto Bradley incentivava outras pessoas a denunciarem casos de assédio e conduta inadequada.