Play anterior:


Hora de falar sobre um dos momentos mais simbólicos pra mim. Um grupo de amigas com o qual eu tenho contato até hoje, me indicou um nome curioso: Florence + The Machine. Foi bacana, pois entrou em choque com a onda de heavy metal que eu vinha ouvindo, mas eu aceitei a dica e não me arrependi. Em 2011 a cantora Florence Welch lançou o álbum Ceremonials, e um dos pontos altos é No Light, No Light.

Uma baita viagem

Ceremonials é o segundo álbum da cantora, e recebeu duas indicações ao Grammy. Ele estreou em sexto lugar na Billboard 200, e foi muito elogiado pela crítica, que destacou a coesão e confiança. Os críticos citaram ainda nomes como Kate Bush, Sisters of Mercy, Adele e até Bjork ao analisarem o trabalho da Florence.

É um álbum incrível do começo ao fim. Ele é bizarro, fantasioso, meio gótico e gospel. É excelente. Outras faixas além do Play? No fechei os olhos e escolhi logo, indico Lover to Lover, Heartlines e Seven Devils.

E o nosso Play?

No Light, No Light fala sobre uma relação frágil, na qual a cantora, frustrada, ainda tenta manter. A bateria é meio tribal e bombástica, dando um ar grandioso e dramático pra música. Se a melodia é excelente, a performance da Florence é impecável. Ela deixa a música cinematográfica, transbordando alcance, emoção, fragilidade e ainda empolga muito.

(Próximo ao fim da música ela segura uma nota que impressiona pelo tom, e o tanto de tempo)

O easter egg!

Essa música me proporcionou um momento muito engraçado. Na época ainda existia MSN, e quando o clipe foi lançado, eu e essas amigas pulamos numa conversa, todas histéricas com o vídeo. Achamos incrível, e ficamos caçando referências. Como eu disse, foi algo bem simbólico, pois a "fase Florence" de todas me aproximou mais delas, já que eu não conheço nenhuma dessas amigas pessoalmente.

Mas tem a treta. Primeiro, muitos chamaram a Florence de satanista e até illuminati por causa do uso de imagens do clipe. Também a acusaram de racismo por causa do homem voodoo no começo do vídeo, usando blackface. A cantora negou as acusações, claro.

Sinceramente? Não tenho opinião sobre isso. Eu adoro a música e gostava muito do clipe, hoje em dia ainda acho um trabalho sólido, apesar desses detalhes.


Letra

You are the hole in my head
You are the space in my bed
You are the silence in between
What I thought and what I said

You are the night-time fear
You are the morning when it's clear
When it's over your start
You're my head, you're my heart

No light, no light in your bright blue eyes
I never knew daylight could be so violent
A revelation in the light of day
You can choose what stays and what fades away

And I'd do anything to make you stay
No light, no light
No light
Tell me what you want me to say

Into the crowd I was
Crying out and
In your place there were a thousand other faces

I was disappearing in plain sight
Heaven help me
I need to make it right

You are the revelation
You want to get it right
And it's a conversation
I just can't have tonight
You want a revelation
Some kind of resolution
You are the revelation

No light, no light in your bright blue eyes
I never knew daylight could be so violent
A revelation in the light of day
You can choose what stays and what fades away

And I'd do anything to make you stay
No light, no light
No light
Tell me what you want me to say

But would you leave me
If I told you what I've done
'Cause it's so easy
To sing it to a crowd
But it's so hard, my love
To say it to you, all alone

No light, no light in your bright blue eyes
I never knew daylight could be so violent
A revelation in the light of day
You can choose what stays and what fades away

And I'd do anything to make you stay
No light, no light
No light
Tell me what you want me to say

You are the revelation
You want to get it right
But, it's a conversation
I just can't have tonight
You are the revelation
Some kind of resolution
Tell me what you want me to say