Os donos de cinemas se ajoelharam e agradeceram aos deuses do cinema neste fim de semana pela chegada do novo lançamento da Marvel com Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis dando um gás bem inesperado para um lançamento no cinema da pandemia. Com lançamento exclusivo para os cinemas o resultado do primeiro final de semana é bem surpreendente.


Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis ultrapassou as previsões da indústria e rendeu a Marvel singelos U$ 71,4 milhões nos primeiros três dias do feriado prolongado, tornando-se o segundo filme de maior bilheteria da era COVID, atrás apenas dos U$ 80,3 milhões de Viúva Negra em julho. 

Contudo, ao contrário deo filme da ruiva, Shang-Chi com tema asiático está sendo exibido exclusivamente nos cinemas e deve, portanto, provar ter pernas mais longas do que o épico de Scarlett Johansson & Cia, que foi lançado simultaneamente no Disney Plus.

Originalmente programado para chegar aos cinemas em fevereiro, Shang-Chi provou que valeu a pena esperar. O filme com classificação PG-13, que é o primeiro da Marvel a apresentar um super-herói asiático e ser ancorado por um elenco e diretor de origem asiática, esperava arrecadar entre U$ 45 e U$ 50 milhões em seu primeiro fim de semana. Mas rapidamente ficou claro que o filme - estrelado por Simu Liu junto com Awkwafina, Michelle Yeoh e Tony Leung - ultrapassaria essas projeções pessimistas. 

Na verdade, o feriadão do Estados Unidos de render para Shang-Chi em torno de U$ 83,5 milhões no fim de semana prolongado e se tornar o novo recordista de bilheteria no Dia do Trabalho (Labor Day) deles, deixando pra traz o Halloween de 2007 (com U$ 30,6) bem distante do seu retrovisor. Era exatamente o tipo de notícia que os donos de cinemas nervosos esperavam.

Com impressionantes U$ 13,2 milhões de sua receita total proveniente de telas IMAX, Shang-Chi provou ser um sucesso tanto com o público (que deu ao filme um 'A' CinemaScore), mas também com os críticos (que elevou o filme a 92% nova avaliação no Rotten Tomatoes). Desenrolando em 4.300 locais, o novo filme da Marvel ganhou uma média de U$ 16.604 por tela e acrescentou outros $ 56,2 milhões do exterior. 

Embora possa parecer baixo, faz sentido quando você considera que o filme ainda não foi agendado para lançamento na China, um dos maiores mercados da Marvel, especialmente considerando a natureza com tema asiático de Shang-Chi. Seu consumo mundial de uma semana é de US $ 139,7 milhões. Com pouca concorrência dos grandes estúdios nos próximos finais de semana e a exclusividade teatral do filme nos primeiros 45 dias, Shang-Chi deve continuar ganhando muito dinheiro até pelo menos o início de outubro.