As imagens via satélite revolucionaram inúmeras áreas, da engenharia à conservação ambiental. Mas quando o clima está nublado, as nuvens precisam ser retiradas das fotos ou manualmente - em um processo lento e trabalhoso - ou por técnicas de machine learning que requerem uma grande quantidade de imagens de treino.

Pois pesquisadores da Universidade de Osaka conseguiram tornar esse processo muito mais ágil utilizando uma rede adversária generativa (conhecida pela sigla em inglês “GAN”) e uma das placas de vídeo mais populares da NVIDIA: a GeForce GTX 1060.

“Ao treinar a GAN a ‘enganar’ a rede a pensar que uma imagem é real, nós conseguimos imagens reconstruídas que são muito mais consistentes,” explicou o pesquisador Kazunosuke Ikeno.

O GAN utilizado pelos cientistas consiste em dois algoritmos: um primeiro que reconstrói imagens sem as nuvens, e um segundo que compara as imagens do primeiro algoritmo com imagens reais.

Os dois algoritmos, portanto, “competem” entre si automaticamente, sem a necessidade de uma grande quantidade de dados, resultando em imagens extremamente realistas sem as nuvens.

Os modelos foram treinados em um PC com uma GeForce GTX 1060 usando o sistema Ubuntu. No futuro, os pesquisadores querem usar a técnica para detectar outros objetos além de nuvens, como estradas e rios e imagens aéreas.

via Theo Games