A Techland apresenta um mini documentário revelando as razões que tornam a música de Dying Light 2 Stay Human tão especial. No documentário, o estúdio revela alguns detalhes de como a trilha sonora, bem como os objetos da inspiração, guiaram o compositor Olivier Derivière (Streets of Rage 4VampyrA Plague Tale: Innocence) no trabalho da composição ao lado da London Contemporary Orchestra. O documentário sounds of the dying city pode ser encontrado aqui.


O vídeo apresenta o processo de gravação no Abbey Road Studios, um dos mais reconhecidos no Reino Unido, e que foi anteriormente usado por grupos consagrados da música, como Beatles, Pink Floyd e U2. Além disso, a Techland compartilhou informações de como o compositor se aproximou dos videogames e como sua visão sobre a música foi implementada em Dying Light 2 Stay Human. Graças à colaboração de Olivier e os talentosos designers de som da Techland, você será capaz de viver uma experiência envolvente com a trilha sonora, que muda de acordo com suas ações dentro do jogo.
 
No mini documentário também é possível ver algumas das dificuldades enfrentadas para a gravação da trilha sonora, incluindo o processo de gravação não convencional, que por conta da pandemia mundial, obrigou os autores da orquestra a gravarem em sessões individuais, algo que nunca havia sido feito. Veja como os criadores combinaram seus esforços de diferentes partes do mundo, como Londres, Paris e Los Angeles, para criar esta atmosfera e trilha sonora incomum em Dying Light 2 Stay Human.
 
Junte-se aos outros sobreviventes no DiscordFacebookTwitterInstagram e YouTube.

via Theo Games