Quando se trata de bilheteria, o sucesso é relativo. Para a maioria dos estúdios de Hollywood, uma estreia doméstica de U$ 71 milhões seria motivo para estourar o espumante e fazer uma dança da vitória igual ao famoso meme que você pensou. Mas quando o seu filme carrega a bandeira da Marvel, as expectativas aumentam. É por isso que a estreia do último pilar de sustentação do estúdio de super-heróis, Eternos, pode parecer um tanto confusa.


Sim, a arrecadação global de U$ 161,7 milhões do novato no fim de semana de estreia foi a segunda maior proeza mundial de 2021 (atrás apenas de F9: The Fast Saga, de $ 163 milhões), mas sua recepção menos que maravilhosa entre os críticos e o público causou dúvidas sobre se Eternos terá as mesmas pernas teatrais longas que outros sucessos recentes da Marvel.

Com as primeiras projeções colocando Eternos estreando na América do Norte em algo perto de U$ 75- $ 80 milhões, o épico repleto de estrelas sobre uma raça de seres imortais ficou um pouco aquém das previsões. Ainda assim, seu estreia com U$ 71 milhões ($ 7,6 milhões dos quais vieram das telas IMAX) não é ruim, muito pelo contrário, pois representa a quarta melhor estreia doméstica da era pandêmica, superado apenas por três outras Marvel e propriedades afiliadas da Marvel: