A banda de Thrash Metal curitibana Necropsya lança esta semana o registro ao vivo Necropsya: Live, um EP com quatro faixas gravadas na renomada casa de show Crossroads, em Curitiba. O trabalho também conta com uma regravação de “Skullcrusher”, uma das mais emblemáticas faixas do trio.


Recentemente o grupo havia disponibilizado nas plataformas digitais toda a discografia pregressa, incluindo singles, os álbuns Roars (2007) e Distorted (2011) e o EP Fora da Garagem, todos com faixas bônus.

Sobre o mais novo EP, o guitarrista Henrique Bertol comenta: “O EP Necropsya Live é uma celebração da nossa história. Tem muito significado para nós, que sempre fomos uma banda de estrada, lançar um material ao vivo. Foi gravado em 10 de outubro de 2013 durante o Geração Mundo Livre, no lendário Crossroads, em Curitiba. Por se tratar de um show de festival, possui um set bem compacto, com músicas escolhidas a dedo”, enfatiza.

O material na época foi registrado pelo técnico de som Humberto Vendramel. Após sete anos, os músicos resgataram as músicas de um backup e solicitaram a Felipe Debiasio que fizesse a mixagem e masterização. A capa, visceral como a gravação, é obra de Allan de Angeles com fotos de João Santos.

O trabalho conta ainda com a regravação de “Skullcrusher”, a favorita do público nos shows. A versão presente neste lançamento foi registrada em 2014. O EP Necropsya: Live foi lançado em 16 de novembro, uma data histórica para o trio, afinal, a estreia do Necropsya nos palcos aconteceu nesta data, em 2001, no palco do lendário Bill’s Bar.

Metal Curitibano

O Necropsya foi um dos mais importantes nomes do Metal curitibano, conquistando terreno nos estados vizinhos com turnês incessantes por 15 anos de atividade. O grupo se iniciou em 2000, e após suas demos, chegou ao álbum de estreia Roars, divulgado de maneira maciça com shows em Curitiba e em outros estados.

Com o EP Fora da Garagem a banda conquistou o título de melhor banda de metal da cidade em 2010, além de apresentações marcantes pelo Brasil e Argentina. Na divulgação do álbum Distorted, dividiram palco com grandes nomes do Metal nacional, como Krisiun, Claustrofobia, Korzus e Torture Squad, assim como as bandas internacionais Master, o Suicidal Angels e o lendário Overkill.

A formação do Necropsya que gravou estes trabalhos contou com Henrique Carvalho (baixo e vocal), Henrique Bertol (guitarra) e Celso Costa (bateria). O baixista e vocalista Henrique Carvalho, além do Necropsya, marcou época ao tocar no Sarx Thanatos e atualmente é baixista do Royal Rage. O guitarrista Henrique Bertol desenvolve trabalhos como produtor musical e toca na Bad BeBop. O baterista Celso Costa também toca na Bad BeBop, e tem em seu currículo turnês internacionais pela Europa.

Foto: Jessica Casellas

Ouça os trabalhos nas principais plataformas digitais:

Informações